BAAR, PESQUISA – AMOSTRA 03

SINONIMIA: Pesquisa de BAAR; Pesquisa de Bacilo de Koch; Tuberculsoe; Pesquisa do Bacilo da Tuberculose; Pesquisa de Bacilo Álcool Ácido Resistente; Pesquisa de Micobactérias;

METODO: Coloração de Ziehl Neelsen e Microscopia Ótica

MATERIAL:
Escarro expectorado, lavado gástrico, lavado brônquico, aspirado transtraqueal, secreções de feridas, punção de linfonodos, abscessos, biopsias, sangue, medula óssea, líquidos corporais (líquor, líquido pleural, líquido ascítico ou peritoneal, líquido sinovial, líquido pericárdico, líquido amniótico) urina recente “*”(enviar volume total colhido) ou 24 horas, fezes, sangue menstrual, etc.

CONDIÇÃO:
=> Urina Recente: Colher amostra de Urina pela manhã (1a. Urina do dia), desprezar o 1o jato e colher todo o restante da micção.
NÃO é recomendado a coleta de urina de 24 horas.

INSTRUÇÕES PARA COLETA E PREPARO DA AMOSTRA:
=> ESCARRO: Idealmente, 5 a 10 mL colhidos pela manhã.
Escarro Expectorado: Colher preferencialmente pela manhã, ao se levantar e antes do desjejum. Lavar várias vezes a boca com água pura, gargarejando e bochechando abundantemente. Qualquer secreção nasal ou saliva, deve ser eliminada. Fazer várias inspirações profundas e tossir várias vezes, procurando obter o material do fundo do peito.
Colher preferencialmente em sala aberta e bem ventilada.

=> URINA: Após higienização da genitália, desprezar o 1o. jato urinário e colher todo o volume restante da primeira micção matinal. Deve ser colhido 5 amostras em dias consecutivos ou a critério médico.

=> SECREÇÕES e FERIDAS: Procurar colher sempre por aspiração. Evitar o uso de swab, pois o componente lípidico da parede bacteriana tende ficar ligado ao swab, prejudicando a sensibilidade da cultura.

=> FEZES: Coletar no mínimo 1 grama, em recipiente limpo e seco.

=> SANGUE MENSTRUAL: Colher nos dias de fluxo menstrual mais abundante (normalmente 2o e 3o dia). Após introduzir o espéculo e visualizar o colo uterino, aspirar com seringa de tuberculina, sem a agulha.

=> SANGUE (HEMOCULTURA): Fazer antissepsia rigorosa.
NÃO coletar em ambiente aberto, com corrente de ar.
– Lavar as mãos cuidadosamente. Retirar a tampa de proteção do meio de cultura e desinfectar a tampa de borracha com álcool a 70%, colocar uma gaze estéril protegendo a tampa, enquanto é feita a punção. Escolher a
veia adequada e fazer limpeza rigorosa com água e sabão neutro, começando do local onde será feita a punção, em círculos concêntricos (do centro para as bordas), sem voltar com a gaze para o centro. Secar com gaze estéril da mesma maneira, ou seja, concentricamente.
– Utilizar algodão embebido em álcool isopropílico para desengordurar as glândulas sebáceas da região da punção (sempre no ponto selecionado para a punção em círculos de dentro para fora).
– Fazer anti-sepsia, com álcool iodado a 2% (sempre no ponto selecionado para a punção em circulos de dentro para fora). Esperar 2 minutos para que o iodo atue. Retirar o álcool iodado com gaze embebida em álcool a 70% .
– Deixar secar completamente. Calçar luvas estéreis, garrotear e puncionar, sem apalpar a veia. Injetar assepticamente o sangue no meio de cultura, evitando hemólise e misturar demoradamente.
– Nos frascos anaeróbios não pode entrar ar. Retirar todo o ar da seringa antes de injetar o sangue. Se o meio não for enviado imediatamente, mantê-lo na estufa bacteriologica, pelo menos por 1 hora.
E colher o sangue em tubos de heparina (rolha azul). 02 tubos por amostra para adultos e 01 tubo por amostra para crianças.

=> LÍQUIDOS CORPORAIS: Nos casos de líquidos sanguinolentos, coletar em tubo contendo anticoagulante para evitar que o bacilo fique preso na rede de fibrina. Procedimento Médico.
– Lavado Brônquico: Mínimo 5 mL. O contato do bacilo com o anestésico
tópico pode diminuir o rendimento da cultura, segundo alguns autores.
Procedimento Médico.
– Lavado Gástrico: Todo lavado gástrico deve ser previamente alcalinizado com Carbonato de sódio a 10%, pois a acidez do sulco gástrico mata os bacilos. Procedimento Hospitalar.
– Biópsias: Procedimento Médico. Amostra enviada em água

Compartilhe nas redes sociais

Consulte outros exames

Olá, como podemos te ajudar?